o bem e o mal

Tudo era a luz, tudo era conectado pela luz e a vibracao era amor ouro de uma forma que como humanos nem sequer conseguimos conceber. Tudo veio da luz e foi se tornando consciente da sua propria existencia sendo assim individualizado.

Apos essa individualizacao a luz, que eh nosso espirito ou alma, eh entao conectada a um corpo fisico para que atraves da experiencia material evolua como ser individual para que voltemos para a mesma luz, porem conscientes da nossa individualidade, e conscientes, atraves dessa evolucao que mal comecamos, que todos estamos ligados.

o bem eh a luz, o amor, a consciencia que todos somos parte da mesma luz e do mesmo amor

entao o que e o mal?

 

a saida voluntaria da luz, na tentativa de conseguir algo de forma individual, a negacao da luz, do amor e de que todos estamos conectados. o mal eh voluntario, eh o egoismo, eh o pensar somente em si mesmo, e negar que nada pode haver se nao na luz e no amor.

o mal eh principalmente a ignorancia.

o mal eh a crianca que consciente de si mesma se considera unica e o centro de tudo.

o mal eh a escuridao da solidao, da ganancia, o mal eh a tristeza que destroi tudo, nossa alma, e tudo que esta ao nosso redor.

existem dois polos, o amor universal/ luz, e o egoismo / escuridao

nesse mundo terreno estamos caminhando pela dor e pelo exemplo do polo da escuridao para a luz.

a existencia terrena eh o sonho/pesadelo, eh um infimo segundo da nossa existencia eterna para conseguirmos evoluir cada vez um pouco em direcao ao amor universal.

Advertisements

depois de tanto estudo o vazio

Tentando sempre uma maneira de ligar fisica quantica com religiao, pensando em maneiras de explicar de modo cientifico a existencia e permanencia de uma alma e varias vidas, raciocine comigo, qual a diferenca de um ser vivo e um morto?

o calor! energia, algo em nos esta gerando energia para que o mecanismo do nosso corpo funcione. na morte esse algo sai do corpo, se perde? mas como nada se perde esse algo, espirito, alma, sai e vai pra algum lugar!

pela explicacao espirita a alma sai ligada ao nosso perispirito, ou doppelganger, que eh o veiculo que liga o espirito ao corpo material. Existem muitos corpos entre a alma e o corpo fisico, corpo mental, causal, astral budico, atmico… mas o perispirito eh o que conecta, tanto que danos ao corpo se refletem nele, e danos nele se refletem no corpo fisico. esse perispirito dura um certo tempo apos a morte e depois se dissolve. a alma propriamente dita de acordo com sua evolucao fica no plano astral ou em planos mais elevados, e pode ou nao voltar a encarnar num corpo fisico que pode ou nao ser no nosso planeta.

ai entram os meus ultimos estudos. sobre Lyra, sobre as pleiades, e sobre sermos nos humanos, resultado de modificacoes geneticas feitas por lyrianos, e outros alienigenas, nos corpos materiais de primatas do nosso planeta ha milhares de anos atras.

isso da o que pensar nao? nada eh tao simples, usar a palavra deus pra explicar tudo que nao entendemos nao eh mais suficiente para mim, entao fui atras de mais explicacoes, que fossem mais completas e logicas.

o mais engracado eh que quando falo disso, na maioria das vezes acham que enlouqueci de vez… mas explicar tudo com a figura imaginaria de um deus eh muito solido nao e?

Faz mais sentido a alteracao de dna por alienigenas que ah tudo foi porque deus quis.

ainda pesquisando sobre isso, indico os videos de Paulo Higa no you tube, e a leitura da trilogia Legiao, Senhores da Escuridao e a Marca da Besta.

 

 

 

Natal

Ontem estava na Seara Bendita , um centro espirita kardecista aqui em São Paulo fazendo meu tratamento, e a palestra sobre o natal foi bem interessante. Eu, como adoro sempre ir atras de informações novas, depois de algumas pesquisas, ao que tudo indica o nascimento daquele que chamamos Jesus foi na realidade em março, pois ele iniciou justamente a Era de Peixes, justamente o símbolo que representa o cristianismo até os dias de hoje. Então normalmente no dia de natal, 25 de dezembro eu sempre ficava cética nas comemorações, pois sabia que esta data tinha sido escolhida apenas para se encaixar nas comemorações pagãs do nascimento do Deus Sol, nada a ver com o nascimento real da pessoa Jesus de Nazaré.

Porém o que a palestrante falou fazia todo o sentido necessário para que possamos sim comemorar o Natal independente desta data ter sido escolhida por motivos estritamente político diplomáticos . Ela questiona simplesmente: quando nasceu Cristo para VOCE?

Quando foi que você descobriu na figura de Jesus o exemplo de uma pessoa cujo único objetivo na Terra foi o de ensinar AMOR?

Este dia sim representa o Natal individual de cada um, o dia em que cada um de nós foi atras da informação real sobre essa pessoa tão controversa, que a própria Igreja Católica, deturpando tanto seus ensinamentos acabou por gerar inúmeros incrédulos justamente por ter sido o oposto dos seus ensinamentos, matando, torturando e perseguindo, e deixando sempre exposto o símbolo de Cristo crucificado como uma demonstração sarcástica de que estava sendo justamente a Igreja do Anticristo descrita na própria Bíblia.

 

Primeiramente porque Jesus não veio fundar nenhuma religião, ele era judeu, Hitler quando usou a desculpa de que estava matando os judeus porque eles mataram Cristo simplesmente estava matando a própria família de Cristo! Jesus era judeu, e seu ensinamento era apenas o Amor, mostrar que não precisávamos mais de um Deus que deveria ser temido , pois não éramos mais crianças , na evolução do nosso espirito já éramos capazes de entender outro Deus, o Deus que é o AMOR que existe em TODAS as criaturas, esse amor que une a todos e torna a todos irmãos é o verdadeiro Deus.

E Jesus não nega a Deusa, não nega a natureza e suas forças, não proclama nenhum tipo de preconceito nem nos diz para temer a Deus, mas sim amar.

Como Brahman que é composto de 3 manifestações: Brahma o deus da criação, Vishnu, o deus da manutenção e Shiva o deus da destruição, Jesus que já havia se manifestado de maneira corpórea antes como Krishna, é o deus da manutenção, ele é Vishnu que vem de tempos em tempos trazer a humanidade de volta ao caminho correto quando ela se desvia demais da verdade devido ás ilusões do mundo material.

 

Então independente da sua religião, ou como no meu caso, na falta dela e no entendimento de todas como sendo cada uma um caminho para a mesma verdade, o Natal é individual, quando cada um atingir o conhecimento deste ser que vem só para ensinar o amor e este amor for finalmente incorporado como parte do nosso comportamento e não apenas da boca pra fora em adorações e repetições vãs, ai sim comemoramos nosso natal.

 

O meu veio aos poucos, cada vez que compreendo mais um pouco do tamanho deste amor meu natal se torna mais real, e é este natal que vou comemorar este ano.

Que seja o Natal não a festa hipócrita e consumista de dar e ganhar presentes, mas a real verdade de dar o maior presente de todos à todas as criaturas: o amor verdadeiro, que compreende o bem querer, a falta de egoísmo, a falta de orgulho, o perdão e o amor incondicional.

espiritualidade-natural-radiant-heart

Feliz Natal

seis meses de veganismo

Depois de retirar os bichos mortos do meu prato, comecei a assistir vários vídeos sobre fazendas leiteiras. Como sou veterinária já tinha visitado estas fazendas algumas vezes durante a faculdade, mas é estranho, na faculdade eu parecia distante dos animais, eu os via como os carnistas vêem, como coisas, não como seres vivos , com sentimentos. Eu me envergonho muito disso hoje, e ao mesmo tempo acho que não teria conseguido terminar a faculdade se naquela época eu pensasse e sentisse como hoje.

As vacas leiteiras sofrem IMENSAMENTE mais do que as vacas e bois de abate. Porque estes últimos, com exceção dos criados internamente, vivem soltos ate o momento do abate. Vou fazer um adicional aqui pra lembrar que os porcos, que são três vezes mais inteligentes que os cachorros, vivem suas vidas MISERAVELMENTE ate o momento do abate. Os porcos e as galinhas são sem duvida os animais que MAIS sofrem na industria da morte.

As vacas leiteiras para produzirem seu leite são inseminadas artificialmente (literalmente estupradas) e após o nascimento do bezerro, este é retirado de perto dela, sem que ela tenha a chance de cuidar dele. (o bezerro é preso em correntes ou em gaiolas e é depois morto para ser vendido como carne de vitela)

Após esta experiência no mínimo traumática, uma mãe que não tem a chance de cuidar do seu próprio filho, ela tem seu ubere (suas tetinhas) envolvido em aparelhos de sucção ou é ordenhada manualmente diariamente (varias vezes ao dia), tendo seu leite então roubado dela e seu corpo traumatizado pelos aparelhos ou por mãos humanas. O ubere das vacas leiteiras está constantemente propenso à ter infecções por estes traumas, a chamada mastite, e contra isso é dado à estas vacas quantidades grandes de antibióticos, transformando o seu leite roubado em literalmente uma mistura de pus e antibióticos.

Como do leite roubado vem os queijos e a manteiga e todos os outros derivados acho desnecessária qualquer explicação posterior do porque de não consumir mais estes produtos. Se depois de saber de todo este sofrimento você continua consumindo, infelizmente, você não tem alma.

Alem do leite e derivados também não como mais ovos. Como já disse antes, a criação de galinhas é uma das mais cruéis que existe. Na maioria dos casos elas são colocadas em gaiolas superlotadas , passam por superexposição à luz para aumentar seu consumo de comida, e tem seus ovos postos em canaletas. Dai você para pra pensar: os ovos são os filhotes das galinhas, e elas não tem sequer a chance de fazer um ninho ou cuidar dos ovos, elas sequer sabem que os ovos não estão fertilizados, elas só sofrem, continuamente, durante toda a sua vida para terem seu ovos roubados. Este sofrimento todo vale seu ovo no prato? Se você acha que vale, seu pecado é sua própria existência. E só pra lembrar mesmo as galinhas criadas fora das gaiolas também sofrem durante toda a sua vida.

Recomendo assistir os vídeos (disponíveis no youtube) A Carne é Fraca e Earthlings

Só não consegui ainda descobrir como ser uma vegana sem raiva, parece simplesmente que meus olhos foram abertos subitamente e vejo todos os outros cegos e rindo de mim, como se eu estivesse louca, e eu vejo que todos eles é que estão loucos, por usarem, torturarem, estuprarem e matarem os animais que NÃO são nossos!!!

Sim, é possível viver uma vida sem usar nenhum produto de origem animal, basta acreditar , amar e QUERER! (suplementos únicos que eu uso: ferro e vitamina B12)Produção1

Mude o mundo

seja vegan

Um ano de vegetarianismo

Um ano depois de parar de comer bichos mortos, tive anemia ha dois meses atras, por pura falta de vergonha em balancear a dieta ao invés de ficar comendo so miojo e frutas. Agora tomando complexo vitaminico e ferro todos os dias estou ótima, e nunca me senti tao leve e tao bem.

Um geladeira e um armário sem nenhum cadáver realmente é um alivio, saber que nao como nenhum bicho morto me traz paz, como se meu estômago ficasse feliz cada vez que eu me alimentasse.

Outro dia abri o freezer de uma amiga e me senti realmente mal, tudo o que havia ali eram pedaços de bichos mortos, é engraçado como hoje aquilo que seria um banquete me revolta, pois vejo ali animais mortos, animais que sofreram, foram torturados e depois mortos, e entao esquartejados e vendidos como comida.

Sentir cheiro de churrasco é bom? Hoje eu sinto as vezes bom as vezes nao, e falar que comer carne é ruim nunca foi a verdade. Nunca disse que nao era gostoso, porem mais gostoso ainda é saber que hoje nao faço parte deste ciclo de exploração e morte de criaturas inocentes que tiveram o azar de nascer no mesmo planeta que nós.

Ouvir a mesma ladainha todos os dias , mas é da natureza, é o ciclo da vida, nao podemos viver sem carne, muitas vezes realmente me enche o saco. Ficar explicando o que pra mim hoje é tao obvio: eu nao quero mais comer bichos mortos e fim! Aceitem isso, parem de me dar desculpas, NAO EXISTE DESCULPA! Quem come carne pra mim hoje é um ser egoísta e ignorante, alguém que põe o estômago antes da vida dos outros seres. Simples assim.

É um sacrifício no primeiro momento? sim , é, mas eu quero este sacrifício, este sacrifício nao é NADA perto do que vale a vida de um animal, qualquer animal, uma vaca, uma ovelha, um porco, um coelho, um peixe, um camarão, uma ostra….

Eu tentei algumas vezes comer carne após minha decisão, e TODAS as vezes eu vomitei momentos depois. Psicológico ou nao hoje nenhum animal morto é tolerado pelo meu estômago.

E estou muito muito feliz por hoje completar um ano, um ano do resto da minha vida sem cadáveres no meu prato.

E agora estou pegando um bode de leite. Nao so pelo sofrimento das vacas na ordenha, por viverem presas e escravizadas para usarmos o seu leite. Mas uma certa aversão por algo que agora começa a parecer antinatural pra mim. Eu nao sou um bezerro, porque me alimentar do leite de uma vaca?

Aos poucos estou trocando o leite e os queijos e o requeijão e o creme de leite e o leite condensado por equivalentes de soja… e esta troca esta me fazendo melhor ainda, me sinto ainda mais leve, porque agora nao so a morte mas também a escravidão estão fora do meu cardápio.

O que mais me incomoda no entanto continua a ser as outras pessoas, mas como podemos mudar o mundo se nao agirmos diferente e segundo o que acreditamos?

Que todos acordem como eu acordei, que todos vejam que nao somos carnívoros, e que a vida sem sofrimento e sem morte é muito mais leve.soñar-con-vaca-300x225

Duas Questões

Vamos começar de maneira simples: o que diferencia um organismo vivo de um morto?

calor

calor é energia

vida é então a energia que vivifica um organismo uni ou multicelular.

energia produz ondas eletromagnéticas.

variações de energia produzem variações nas ondas eletromagnéticas.

Todo organismo vivo produz então ondas eletromagnéticas ao redor de si, ele emite estas ondas continuamente e estas ondas variam em freqüência e comprimento conforme alterações nesta energia.

Coisas que podem causar estas variações: doenças, variação de temperatura, stress, dor, medo, raiva, e emoções mais sutis como inveja, ciúme, saudade, malícia, mágoa, tristeza.

Nossa mente emite ondas eletromagnéticas com nosso pensamento, podemos dizer que o próprio pensamento em si são variações destas ondas.

Do mesmo modo que estamos constantemente emitindo estas ondas estamos também RECEBENDO estas mesmas ondas vindas dos outros seres viventes.

E o resultado destas interações de emissão e recepção de ondas são explicadas pelas leis da física ondulatória, simples assim, não ha esoterismo, exoterismo, religiosidade, nenhum misticismo nisso, apenas pura e simples física ondulatória.

Existem então ondas que se anulam, ondas que se somam e se tornam maiores, estamos constantemente interferindo na mente dos outros e sendo alterados na nossa própria mente pelo pensamento alheio.

O que quero que vocês questionem aqui são duas coisas:

esta energia que fornece o calor dos seres viventes é algo espontâneo ou é advindo de algo superior?

e esta energia no momento da morte simplesmente desaparece ou pode permanecer na forma de um pensamento sem corpo, uma alma ou espirito, que pode ir para outros planos de existência ou ate mesmo nascer novamente se ligando á um novo corpo em gestação?

pensem e reflitam nestas duas questões, pois nelas podem estar a resposta para tudo que é mais importante neste mundo: o PORQUE de existirmos.

São Paulo 20/06/2014

Ilizandra During