Natal

Ontem estava na Seara Bendita , um centro espirita kardecista aqui em São Paulo fazendo meu tratamento, e a palestra sobre o natal foi bem interessante. Eu, como adoro sempre ir atras de informações novas, depois de algumas pesquisas, ao que tudo indica o nascimento daquele que chamamos Jesus foi na realidade em março, pois ele iniciou justamente a Era de Peixes, justamente o símbolo que representa o cristianismo até os dias de hoje. Então normalmente no dia de natal, 25 de dezembro eu sempre ficava cética nas comemorações, pois sabia que esta data tinha sido escolhida apenas para se encaixar nas comemorações pagãs do nascimento do Deus Sol, nada a ver com o nascimento real da pessoa Jesus de Nazaré.

Porém o que a palestrante falou fazia todo o sentido necessário para que possamos sim comemorar o Natal independente desta data ter sido escolhida por motivos estritamente político diplomáticos . Ela questiona simplesmente: quando nasceu Cristo para VOCE?

Quando foi que você descobriu na figura de Jesus o exemplo de uma pessoa cujo único objetivo na Terra foi o de ensinar AMOR?

Este dia sim representa o Natal individual de cada um, o dia em que cada um de nós foi atras da informação real sobre essa pessoa tão controversa, que a própria Igreja Católica, deturpando tanto seus ensinamentos acabou por gerar inúmeros incrédulos justamente por ter sido o oposto dos seus ensinamentos, matando, torturando e perseguindo, e deixando sempre exposto o símbolo de Cristo crucificado como uma demonstração sarcástica de que estava sendo justamente a Igreja do Anticristo descrita na própria Bíblia.

 

Primeiramente porque Jesus não veio fundar nenhuma religião, ele era judeu, Hitler quando usou a desculpa de que estava matando os judeus porque eles mataram Cristo simplesmente estava matando a própria família de Cristo! Jesus era judeu, e seu ensinamento era apenas o Amor, mostrar que não precisávamos mais de um Deus que deveria ser temido , pois não éramos mais crianças , na evolução do nosso espirito já éramos capazes de entender outro Deus, o Deus que é o AMOR que existe em TODAS as criaturas, esse amor que une a todos e torna a todos irmãos é o verdadeiro Deus.

E Jesus não nega a Deusa, não nega a natureza e suas forças, não proclama nenhum tipo de preconceito nem nos diz para temer a Deus, mas sim amar.

Como Brahman que é composto de 3 manifestações: Brahma o deus da criação, Vishnu, o deus da manutenção e Shiva o deus da destruição, Jesus que já havia se manifestado de maneira corpórea antes como Krishna, é o deus da manutenção, ele é Vishnu que vem de tempos em tempos trazer a humanidade de volta ao caminho correto quando ela se desvia demais da verdade devido ás ilusões do mundo material.

 

Então independente da sua religião, ou como no meu caso, na falta dela e no entendimento de todas como sendo cada uma um caminho para a mesma verdade, o Natal é individual, quando cada um atingir o conhecimento deste ser que vem só para ensinar o amor e este amor for finalmente incorporado como parte do nosso comportamento e não apenas da boca pra fora em adorações e repetições vãs, ai sim comemoramos nosso natal.

 

O meu veio aos poucos, cada vez que compreendo mais um pouco do tamanho deste amor meu natal se torna mais real, e é este natal que vou comemorar este ano.

Que seja o Natal não a festa hipócrita e consumista de dar e ganhar presentes, mas a real verdade de dar o maior presente de todos à todas as criaturas: o amor verdadeiro, que compreende o bem querer, a falta de egoísmo, a falta de orgulho, o perdão e o amor incondicional.

espiritualidade-natural-radiant-heart

Feliz Natal